Uma boa ortografia é essencial para nos expressarmos, seja para comunicar com as pessoas, para nos candidatarmos a um emprego, para participar numa entrevista, para apresentar um documento ou relatório sobre o trabalho feito, para fazer um exame, etc.

Lembre-se que muitas ordens de serviço são feitas através do preenchimento de formulários na Internet e você tem o verificador ortográfico que resolve problemas de ortografia, mas não todos.

Os espanhóis têm uma grande vantagem sobre os outros falantes de espanhol, pois pronunciam bem as diferenças entre ?v?, ?b?, ?S?, ?c? e ?z? o ?j?, e o ?g?, entre outros, o que facilita a escrita. Quando falamos bem, é mais fácil escrever bem. Claro, há palavras que porque não sabemos o seu significado costumamos confundi-las e por isso não sabemos como escrevê-las e outras que são verdadeiras confusões, sem sentido porque só existe uma das duas palavras, está bem escrita mas nossa mente se recusa a lembrá-la e cada vez que a escrevemos a dúvida surge ou sempre a escrevemos mal porque a associamos a outra semelhante.

Um exemplo clássico é ir e vir, nos perguntamos como soletrar ir e vir.

Em comofaire.com lhe mostraremos como escrever indo ou indo, como você pode fazer para memorizá-lo e descartar o outro que não tem significado ou significado.

O que você precisa para escrever indo ou indo?

  • * Papel, lápis
  • * Computador com ligação à Internet.
  • * Livros e revistas para ler

Instruções para escrever ir ou ir

  1. Uma das principais questões para melhorar a ortografia, já que esta é a forma de saber como escrever indo ou indo é ler. Leitura consciente, leitura com atenção às palavras, leitura contínua, leitura diária e depois escrita. Leia um parágrafo e depois escreva-o com as suas palavras, tentando usar as palavras que lê para não simplificar o vocabulário, use o dicionário para saber o que significam as palavras que não sabe e assim expandir o seu vocabulário, repita as palavras que escreveu mal várias vezes, autocorrija, compare o que escreve com o cofre, o que lê num jornal, num livro de revistas, e assim por diante. Um bom exercício é pegar um parágrafo por exemplo do jornal, ler uma frase e escrevê-la em um pedaço de papel, depois completar todo o parágrafo e comparar o que foi escrito com o que estava no jornal. Marque todos os erros, palavras mal escritas, mas você sabe o seu significado. Escreva-o várias vezes e crie frases com eles. Palavras que você não conhece, bem ou mal escritas, procure-as no dicionário e faça frases com elas.
  2. Agora vamos ao que interessa: escreva "vai ou vai".
  3. A forma correta é YENDO, o gerúndio do verbo IR, usado em conjugações compostas tais como:
  • Eu vou...
  • Tu vais...
  • Ele vai...
  • Nós vamos...
  • Vocês vão...
  • Eles vão...
    1. O GERUNDIO é uma conjugação do verbo demonstrando uma ação, mas não é definido nem pelo tempo (presente, passado, etc.), nem pelo modo (Indicativo, Subjuntivo, etc.), nem pela pessoa (Eu, Você, etc.). O gerúndio, junto com o particípio e o infinitivo é uma das formas não-pessoais do verbo. São exemplos de gerúndios: correr, saltar, comprar, estudar, ir.
    2. Qual é a regra para formar o gerúndio se o verbo é regular: à raiz do verbo é adicionado o final ando ou iendo. Lembre-se que a raiz do verbo é obtida pela remoção do final ar, er ou ir do verbo. Para os verbos da primeira conjugação (terminando em ar) adiciona-se a terminação ando à raiz, e para os verbos da segunda e terceira conjugação (er, ir) adiciona-se iendo.
    3. Por exemplo: verbo amar, primeira conjugação, o gerúndio será: am-ando: amando; da segunda conjugação: correr, o gerúndio será coorr_iendo: correr e da terceira conjugação, para começar, o gerúndio estará começando.
    4. Mas o que acontece se o verbo é irregular como é o caso do verbo para ir ou com outros casos especiais, sabe-se que o verbo "ir" pertence à terceira conjugação, então seria necessário acrescentar apenas iendo, mas isso não é feito assim mas o ? i? é substituído por um ? y?, quer dizer que o gerúndio do verbo para ir está indo, nunca indo.
    5. Isto é semelhante ao verbo lido: se seguirmos a regra geral diríamos le-being, mas também neste caso o ?i? é mudado pelo ?e? formando a palavra leitura.
    6. Exemplos: Enquanto ia à feira, conheci o meu querido amigo da velha escola.
    7. Quem estava contigo quando ias para o hospital?